Tag: problemas legais

Qualidade, segurança, inovação, confiabilidade, credibilidade e idoneidade sempre foram temas muito debatidos dentro das empresas. Imagine você, como empreendedor, após horas, meses, talvez até anos de empenho para desenvolver algo que possa fazer a diferença na vida das pessoas e das empresas, e de repente, ver todo seu esforço sendo plagiado e comercializado por piratas comerciais?  

Como cliente você também não gostaria de saber que colocou  a segurança da sua empresa em risco, deixando seus dados vulneráveis só porque optou pelo caminho mais fácil!

Sabe aquela história de que o caminho mais fácil, nem sempre é o melhor? Parece coisa de criança, mas quando se pensa de forma reflexiva, é possível entender a importância de se ater a esse tema no combate à pirataria.

Temos visto que, mais do que nunca, as corporações já entenderam a importância de se modernizar para o próprio bem do negócio.

Mas quando se fala em tecnologia da informação, logo também se encontra a pirataria. E aquelas empresas que acham que estão na vantagem, acabam encontrando sérios problemas à porta!

Além de deixar sua empresa mais vulnerável, caso não saiba, vírus podem ser transferidos por meio desses downloads piratas e assim todo o seu banco de dados ser roubado, além das questões legais que coíbem e penalizam as empresas que fazem uso de cópias de softwares piratas.

Lei e programas piratas

A Lei 9.609/98 estabelece que a violação dos direitos autorais, está incluída nos programas de computador e é punível com a pena de 6 meses até 4 anos de detenção e multa, havendo da mesma forma, ação cível indenizatória.

Com certeza, esse não é o tipo de experiência que você quer passar como empresário, ainda mais na frente de todos os seus funcionários, com todos os seus parceiros e fornecedores sabendo deste triste fato.  

Segundo pesquisa, embora o Brasil esteja bem classificado no ranking, estando em 60° lugar em competitividade no setor de TI (divulgação do Fórum Econômico Mundial), ainda assim, para grande infelicidade das empresas – pois são as maiores prejudicadas, mesmo sem ter esse conhecimento, a realidade confirma que 53% do mercado faz uso de softwares piratas, o que imputa em sérios problemas legais, judiciais e de segurança empresarial.  

A pesquisa divulgada pela BSA – The Software Alliance informou que se a pirataria fosse reduzida em solo brasileiro em apenas 10%, isso seria muito positivo, pois seria capaz de gerar mais de 12 mil trabalhos e mais de 4 bilhões de dólares também seriam restituídos para a economia do Brasil, melhorando então, vários aspectos econômicos.

Um risco terrível para sua empresa

E como já dito anteriormente, há outra informação ainda mais preocupante… os softwares piratas possuem sistemas ocultos, como malwares e vírus que não somente possuem a missão de danificar e prejudicar as máquinas, mas também de roubar dados importantíssimos sobre o seu negócio.

Imagine ter o desprazer de ter seus dados sequestrados e ainda trazer diversos outros males em seu sistema? Quanto você perderia não somente em dinheiro, mas com uma baita dor de cabeça por ter sido exposto, e também por todos os seus clientes e os dados deles ficarem vulneráveis, quando na verdade, confiaram plenamente em sua empresa?

Complicado, não?

Softwares não licenciados

Softwares não licenciados não dão garantia nenhuma à sua empresa, ao contrário, o que se pode pensar de um produto desses? Que vantagens haveria, se é justamente a Lei existente que dá segurança a todos?

Como confiar em um software desse nível, se ele não atende nem o requisito de garantia e qualidade?

Por esse motivo, é de vital importância, para a própria segurança de sua empresa que você somente adquira softwares de qualidade, a partir de empresas que de fato trabalhem com os requisitos de proteção.

Se precisar desse tipo de ajuda, fale conosco! Nossa equipe poderá ajudá-lo com a tecnologia da informação que você precisa para sua empresa!

Até breve!